quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Contratados de Sítio Novo denunciam atraso de 13º salário


Vários contratados pela Prefeitura de Sítio Novo vem denunciando a falta de pagamentos dos 13º salários.

De acordo com os contratados, deste a gestão do Prefeito João Piquiá, esta modalidade não vem sendo cumprida pela Prefeitura de Sítio Novo. 

Eles afirmam que não buscam o direito com o medo do aviso de demissão, e assim,  não serem contratados no ano seguinte, levando consigo, prejuízos nos seus direitos.

Afirmam ainda que as contratações são precarizadas e que ao assinarem na prefeitura os contratos não recebem nenhum documento, o que inviabiliza saber se a contratação é via prefeitura ou empresas terceirizadas.

Numa nota divulgada no dia 30 pela Prefeitura de Sítio Novo, num contraponto com o Sindicato dos Servidores (SINSERPSINO), a Prefeitura informa que só foi possível efetivar o pagamento integral do 13º salário de todos os servidores após a entrada de recursos e que desconhecia qualquer ganho de causa por parte do Sindicato. 

Para o Presidente do SINSERPSINO, Professor Abel, apesar dos contratados não serem filiados ao sindicato mas que contribuíram com o imposto obrigatório, o sindicato terá o papel de defendê-los. 

Professor Abel destacou ainda que a nota divulgada pela Prefeitura no dia 30, não condiz com a realidade, já que os servidores públicos  contratados estão sem receber seu 13º salário.

Ele afirma que irá no dia 15 de janeiro de 2018 em audiência marcada pela justiça, solicitar intervenção do Ministério Público para que os direitos dos servidores sejam cumpridos.

Disse que se não for feito nada para resolver esta situação, futuros gestores de Sítio Novo terão dificuldades de administrar o município, tendo em vista a grande dívida que será herdada pela atual gestão, uma vez que muitos servidores contratados irão ingressar ação na justiça para cobrar estes direitos elevando a dívida pública de Sítio Novo a valores impagáveis.

"É preciso que nós que conhecemos o que é uma gestão pública intervenha para evitar que a Prefeitura de Sítio Novo fiquem endividada e prejudicando até pagamento dos servidores efetivos" destacou Professor Abel 

Ele destacou que neste ano de 2018, vai solicitar do Ministério Público que as as novas contratações não sejam feitas por indicação políticas, mas por via de seletivo com transparência para a população. Agora é aguardar e conferir!

2 comentários:

Anônimo disse...

Obrigada professor Abel. Obrigada mesmo. O único reconhecimento que recebemos foi apenas um depósito em nossas contas, no valor de 327,00 reais, hoje 10/01, pelos dias trabalhados de Dezembro.Antes tinham nos justificado que não havia como sermos pagos dia 05/01, por o dinheiro não ser o suficiente e que o mais tardar dia 11/01 estaria em nossas contas. O curioso é que essa mesma mensagem foi repassada no privado e pediam que não fosse repassada em grupos de whatsapp.Mais uma vez obrigada por nos ajudar nessa questão.

Anônimo disse...

O que foi pago para a gente nem chega a pagar os dias que trabalhamos talvez.

Postar um comentário

Os comentários postados aqui, não representam a opinião deste blog; a responsabilidade é única e exclusiva dos autores das mensagens. Palavrões e xingamentos não serão publicados.